Foto GERALDO FURTADO/SECOM/GOVERNO DO MARANHÃO

Iniciado abastecimento emergencial d’água em São Luís


A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), em parceria com a Defesa Civil do Maranhão, iniciou, nessa segunda-feira (14), a operação de 50 carros-pipas, que vão trabalhar no abastecimento emergencial d’água em São Luís.

De acordo com o diretor de Operação, Manutenção e Atendimento ao Cliente da Caema, Cristovam Dervalmar Rodrigues Teixeira Filho, o objetivo da ação é “amenizar o sofrimento da população onde o abastecimento é mais crítico neste primeiro momento, enquanto se faz a reforma do Sistema Sacavém/Paciência – um dos sistemas de distribui água na capital maranhense – em uma reforma estrutural, em que vamos aumentar a produção d’água”, afirmou.

A distribuição d’água será coordenada pela Defesa Civil. Foram definimos locais de prioridade para atendimento da população, sendo 29 bairros, 517 ruas e 16 mil residências – confira, no final da reportagem, o cronograma de abastecimento d’água. O atendimento ocorre em dias alternados, no horário das 8h às 22h, durante seis meses. A partir das 22h, a distribuição ocorrerá somente em hospitais, clínicas, creches, quartéis, órgãos que prestam serviços essenciais à população ou em casos de emergências.

A ação, segundo Cristovam Dervalmar, é destinada a toda a população, independente de classe social. Quem desejar pode agendar a visita do carro-pipa, por meio do telefone 193 da Defesa Civil. Uma equipe vai até o local, inicialmente, para avaliar a situação de emergência.

Por enquanto, não há previsão de ações similares em outros municípios do Estado.

Sistema Italuís

Ontem, durante a solenidade de lançamento da ação, o secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad, anunciou a realização de obras para recuperação do sistema de abastecimento d’água da capital: o Italuís, instalado em 1982, com vida-útil calculada em, aproximadamente, 20 anos.

Ainda de acordo com o secretário, após serem liberadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), a ordem de serviço deve ser assinada e a previsão para conclusão das obras do Italuís é de 15 meses, um investimento de R$ 130 milhões, com recursos dos governos estadual e federal. Também há previsão para a recuperação das subestações de energia elétrica e a interligação, por meio de adutora, do Sistema Paciência I ao reservatório do Outeiro da Cruz.

Sistema R-12

Ontem, a Caema divulgou, por meio de nota de utilidade pública, a interrupção no abastecimento d’água nos bairros Anjo da Guarda, Fumacê, e parte da Gancharia, em função de problemas na válvula de registro do sistema R-12 localizado na área Itaqui-Bacanga.

Segundo o diretor de Operação, Cristovam Dervalmar, a previsão de normalização do abastecimento é no fim da tarde de hoje, mas, conforme o plano de rodízio da Caema, parte do bairro não deve ter, ainda, o abastecimento normalizado.

Reajuste

Neste mês, a Caema deve repassar aos consumidores um reajuste que, em média, chega a 58%. Segundo Cristovam Dervalmar, há quatro anos não há reajuste e um novo deve ser repassado em janeiro de 2013.

Cronograma de abastecimento d’água

O abastecimento d’água segue um cronograma de acordo com a divisão das áreas de São Luís, em cinco gerências.

A Gerência Centro terá o apoio de 20 carros-pipas para atender os bairros de Fátima, Liberdade, Madre Deus, Codozinho, Vila dos Frades, Dom Sebastião, Sítio do Pica Pau Amarelo e Vila Conceição.

A Gerência Vinhais vai receber o apoio de cinco carros-pipas e fará o abastecimento do Conjunto Vinhais, Recanto Turu, Alto do Turu I, Parque Jair, Terra Livre e Parque Vitória.

Outros cinco carros-pipas vão atender a Gerência Cohab, nos bairros Anil, Cruzeiro do Anil e Cohatrac IV.

A Gerência da Cidade Operária será atendida por 10 carros-pipas para abastecer Pirapora, João Alberto, Cidade Operária, Residencial Nova Esperança, São Raimundo, Apaco e Vila Real.

Os demais dez carros-pipas vão atender a Gerência Anjo da Guarda abastecendo o Residencial Paraíso, Vila Resende, América do Norte, Residencial Ana Jansen e Alto da Esperança.

Reprodução/Internet

TRT abre agendamento de audiências para atendimento


A Ouvidoria Judiciária do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Maranhão abriu agendamento de audiências para atendimento personalizado. O serviço será prestado ao longo dos próximos dois anos, em que será realizado o projeto “Sexta Cidadã”. No projeto, partes e advogados serão atendidos pelo ouvidor, o desembargador Gerson de Oliveira Costa Filho, uma vez por semana, sempre na primeira sexta-feira do mês, no horário das 9h às 11h. O desembargador Alcebíades Tavares Dantas é o ouvidor substituto.

Cabe à Ouvidoria receber consultas, diligenciar e prestar esclarecimentos aos cidadãos, por escrito, pela internet, pessoalmente ou por telefone.

Onde funciona

A Ouvidoria Judiciária funciona no quinto andar do Fórum Astolfo Serra, sede do TRT, que fica na avenida Senador Vitorino Freire, nº 2.001, bairro Areinha. As solicitações de audiências com o ouvidor podem ser feitas pessoalmente, por e-mail ou telefone, ou, ainda, nas varas trabalhistas, onde estão disponíveis formulários para os interessados.

O formulário eletrônico está disponível no site www.trt16.jus.br. O e-mail da Ouvidoria é ouvidoria@trt16.jus.br. E o telefone de contato é o 0800-282-2323 (ligação gratuita, funcionamento de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h40).

Reprodução/Internet

Abertas inscrições para exame de certificação de jovens e adultos


Estão abertas, até o dia 16 de junho, as inscrições para certificação nas etapas fundamental e médio, realizadas nas especificações: exames de Educação de Jovens e Adultos (EJA) por área e candidatos pendentes em disciplinas do exame supletivo. De acordo com a Supervisão de Educação de Jovens e do Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja), órgão da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) é aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC), e, tem como objetivo, avaliar habilidades e competências básicas de jovens e adultos que não tiveram oportunidade de acesso à escolaridade regular na idade apropriada.

A adesão das redes de ensino ao exame – que é realizado anualmente – é opcional.

Inscrições

Para se inscrever, o candidato deve ser maior de 15 anos, para o ensino fundamental, e maior de 18 anos, para o ensino médio, e apresentar a carteira de identidade, CPF, comprovante de residência (original e cópia) e duas fotos 3×4. As inscrições podem ser realizadas no horário das 8h às 11h e das 14h às 21h, no Ceja, situado à avenida Barão de Itapary, S/N, bairro Camboa.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (98) 3231-3004.